Strange days





Dias estranhos, chuvosos, escuros, por vezes me esqueço onde realmente estou...aqui eu consigo ser mais eu, livrar-me de certos padrões e regras estabelecidos anteriormente, aqui sou quem sou, não sou filha de fulano nem meu sobrenome interfere em algo...aqui sou mais uma, sou o que sempre quis ser, uma ilustre desconhecida.
Aqui é onde meus passos começaram a ser contados do zero, é onde estou reconstruindo-me, reinventando-me, revisando-me.
Não pertenço mais a um ou outro estereótipo comum. Tenho meus demônios a me atormentar ainda, os velhos e por vezes ignorados demônios...Mas quem não os tem?
Ainda tenho as mesmas sensações quando me deparo comigo mesma e quando me perco também.
O que resta são verdades e mentiras que brincam de esconder com minha insanidade sentimental, "e lá vamos nós de novo", eu penso...

1 comentários:

Danilo del Monte disse...
24 de janeiro de 2011 08:08

Então que você se reinvente, se revise e se reconstrua da melhor maneira possível, sem amarras nem remorsos, sem cismas nem desconfianças. E que toda insanidade sentimental seja convertida nisto que acabei de ler: Arte e beleza.

Back to Home Back to Top Trocando em miúdos. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.