Nada além






"De todo tempo que aparece
De toda mão que desobedece
Cada caminho toma um rumo
Cada escolha, a cada segundo...
De toda a dor que não cessa
De toda paixão que se apressa
Cada amor morre ou triunfa
Cada qual, sol, chuva ou lua
De todo sabor que apetece
De todo o gosto que permanece
Cada cheiro lembra ou confunde
Cada lembrança, cada mentira ilude.
De toda a vida e existência, 
de toda a alma e sua potência
Cada estrada será percorrida,
cada luz e cada verdade se esquiva."



(Maria Clara Carrilho, 09/2009).

2 comentários:

Marielli Uranga disse...
28 de março de 2011 07:13

Marry...lindona...q saudade das nossas farras jornalísticas...kkkk...adorei seu blog...quando puder acesse o meu tb...bjokasss

Maria Clara disse...
28 de março de 2011 19:31

obrigada Mariola!...rsrsrs...ptz nem parece q já faz alguns anos né...vi seu blog, tá de parabens!...bjo!

Back to Home Back to Top Trocando em miúdos. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.